sexta-feira, 25 de fevereiro de 2011

A preparar o nosso Carnaval...

Este ano o tema do Carnaval na nossa escola vai ser:

"Os palhaços da Matemática"
Já começámos a trabalhar no tema.
Trabalhámos:
- Matemática
- Língua Portuguesa
- Expressão Plástica

Aqui ficam algumas fotografias do nosso trabalho...

video

Projecto da nossa escola - "O direito à diferença..."







Introdução
"A igualdade mais não é do que o direito e também a obrigação de sermos diferentes, até de nós próprios." Deverá cada vez mais ser uma realidade…
A nossa escola está a tentar, com este projecto, diminuir a diferença e estimular a igualdade entre todos.

Duração
Ano lectivo de 2010/2011

Intervenientes
Alunos do 1.º Ciclo

Objectivos
- Desenvolver o respeito pelos outros
- Compreender a necessidade do respeito de regras de convivência social.
- Desenvolver o espírito de cooperação, solidariedade e justiça.
- Reconhecer valores universais: solidariedade, igualdade, tolerância, diferença;
- Reconhecer e respeitar o direito à diferença.

Actividades a desenvolver
- Debates
- Exploração de histórias / Livros / Vídeos
- Ilustrações

segunda-feira, 14 de fevereiro de 2011

4.ª Actividade do Projecto Pirim lim pim pim...

14 de Fevereiro de 2011


Tivemos a visita dos meninos da Pré. A professora Liliana contou-nos a história do Sapo Apaixonado. Cada um recebeu um coração para desenhar e/ou escrever sobre alguém especial. Os corações ficaram muito engraçados. Por fim montámos a nossa Árvore dos Afectos. Ficou muito colorida e com muitos sentimentos!

Carinho, amizade, amor, mimos, abraços, beijinhos...

A nossa Árvore dos Afectos...

"O amor não tem barreiras..."

O amor/amizade deverá ultrapassar todas as diferenças que existem entre as pessoas.



video

sexta-feira, 11 de fevereiro de 2011

quinta-feira, 10 de fevereiro de 2011

Nomes colectivos

Os nomes que, mesmo no singular, designam um conjunto de vários seres da mesma espécie chamam-se nomes colectivos.

manada - (boi)
cardume - (peixe)
enxame - (abelhas)
bando - (aves)
alcateia - (lobos)
cáfila - (camelos)
companha - (pescadores)
olival - (oliveiras)
esquadrilha - (avião)
exército - (soldados)
casaria - (casas)
chusmas - (pessoas)
cordilheira - ( serras)
biblioteca - (livros)
discoteca - ( discos)
turma - (alunos)
vara - (porcos)
frota - (navios)
equipa - (atletas)
pomar - ( árvores de fruto)
arquipélago - (ilhas)
arvoredo - (árvores)

João Bernardo e Joel

Inverno

O Inverno é uma estação do ano que comeca a 21 de Dezembro e termina a 20 de Março. No Inverno faz muito frio, cai neve na serra da Estrela, chove muito e faz trovões que às vezes cortam a luz das nossas casas.
Nesta estação temos o Natal , o Ano Novo e o Carnaval.
Temos que andar bem agasalhados, acendemos as lareiras, as noites são maiores e os dias mais pequenos.
Não podemos brincar na rua, porque quando saímos da escola já é de noite e faz frio.

Texto colectivo

quarta-feira, 9 de fevereiro de 2011

Apoio ao Estudo - Projecto "Círculo de Leitura"

História do dia: "A ovelha generosa"
De António Torrado
Ilustração de Cristina Malaquias
1.ª Sessão com a Professora Liliana

video

2.ª Sessão com a Professora Paula

video

sexta-feira, 4 de fevereiro de 2011

Projecto: "Música em Movimento"

4 de Fevereiro de 2011
Hoje, tivemos a visita da professora Andrea para mais uma actividade.
Convidámos os meninos da Pré a participar. Cada um nós tinha um instrumento, uma folha para seguirmos os ritmos e sabermos quando era a nossa vez de tocar.
Temos que dar os parabéns ao Luís, pois ele hoje participou em toda a actividade com entusiasmo.
Por fim cantámos uma canção de Rock.
Aqui fica a letra .. divirtam-se a cantar
Os dias passam devagar.
A semana inteira.
Não posso esperar,
Que chegue a Sexta- feira
...
Refrão
Domingo à tarde
Eu vou sair
Domingo à tarde
Eu vou ouvir
Este som que está no ar
Este som que estás a escutar
Este som que está no ar
...
Conheço um lugar
Onde posso escutar.
O Rock com emoção
Com baixo, bateria e
guitarras com distorção
...
Refrão

video

video

video

3.ª Actividade do Projecto "Pirim lim pim pim....



Fomos à sala da Professora Paula. Os meninos da Pré apresentaram-nos um teatro de fantoches muito interessante.
A Joaninha gostava de todas as flores, qual fosse a sua cor...
Esta história transmitiu-nos:
"Temos de gostar de todos e ser amigos de todos." - Joel
"Precisamos de ser amigos de todos." - Francisco
"Temos de gostar delas à mesma, mesmo que sejam diferentes." - João Bernardo
Todos os meninos chegaram à conclusão que:
"Temos de ser amigos de todos."

video

quinta-feira, 3 de fevereiro de 2011

Estudo do Meio - 1.º Ano

3 de Fevereiro de 2011
Começamos a estudar os animais em Estudo do Meio.
Aprendemos que muitas pessoas dizem que o cão é o melhor amigo do Homem.
Fizemos um origama de um cão. O origama é uma arte japonesa de dobrar papel.
Querem aprender?


Vejam o que conseguimos fazer...


video

Projecto Pequenos Cientistas

No dia 28 de Janeiro estivemos a visita da professora Ana Correia para mais uma experiência: "1+1 = ?"
A questão era:
Juntando duas medidas iguais de substâncias diferentes obtemos sempre a mesma quantidade?
Depois de fazermos a experiência verificamos que, aqui, 1 + 1 não dava 2.
Porque a água e o açúcar não podem ocupar o mesmo espaço ao mesmo tempo.
Joel e João Bernardo

videoAlinhar ao centro

Actividade na Biblioteca na Escola Básica Aviador Brito Paes em Colos

No dia 25 de Janeiro saímos da escola as 9.30h.
Fomos recebidos pela professora Manuela e professora Elisabete.
A primeira actividade foi a leitura de uma história que se chamava "O Grufalão". As personagens desta história eram animais, rato, a cobra,a coruja,a raposa e o Grufalão. Nesta história o rato andava sempre a meter medo aos outros animais, e dizia que tinha um amigo Grufalão.Eles ficavam assustados com o Grufalão e fugiam com medo.
Mas, afinal o Grufalão não era mau como dizia o rato.
Cantámos uma canção com a professora Andrea, com a letra da D. Nátalia.
Ainda na parte da manhã fizemos um jogo de concentração em grupo.
Depois fomos almoçar ao refeitório.
À tarde fomos para a sala de computadores trabalhar no programa Photostory. Neste pograma colocamos imagens da história, músíca e falas.
Por fim fizemos uma experiência que se chamava "Luz e cor", com a professora Ana Correia.
Gostámos muito e queremos lá voltar!
Joel Guerreiro e João Bernardo

video

terça-feira, 1 de fevereiro de 2011

Inclusão de alunos com NEE


“ As Escolas devem ajustar-se a todas as crianças, independentemente das suas condições físicas, sociais, linguísticas ou outras. Neste conceito devem incluir-se crianças com deficiência ou sobredotadas, crianças da rua ou crianças que trabalham, crianças de populações imigradas ou nómadas, crianças de minorias linguísticas, étnicas ou culturais e crianças de áreas ou grupos desfavorecidos ou marginais"
Declaração de Salamanca: UNESCO, 1994
.
“A inclusão de crianças com necessidades especiais na escola local é uma componente essencial para garantir uma vida de desenvolvimento e realização na família e na comunidade.”
Pereira, 1998
.
Escola inclusiva é um sistema de educação e ensino onde os alunos com necessidades especiais, incluindo os alunos com deficiências, são educados na escola do bairro, em ambientes de salas de aula regulares, apropriados para a idade (cronológica), com colegas que não têm deficiências e onde lhe são oferecidos ensino e apoio de acordo com as suas necessidades individuais”.
(Porter, 1998)

Para que a escola inclusiva se torne uma realidade cabe ao estado implementar algumas medidas políticas e legislativas que promovam e apoiem esse objectivo.
Torna-se necessário dar prioridade no sentido de promover essa mesma inclusão, contrariando o que tem vindo a acontecer , como exemplo disso na EB1 de Bicos.
Um dos recursos importantes são os próprios professores das turmas que deverão deixar de trabalhar isoladamente e passar a trabalhar em conjunto, com uma Unidade Multideficiência onde haja entreajuda e reflexão, professores de apoio , professores com formação em Ensino Especial, Psicólogos, Terapeutas…

Segundo o Despacho n.º 13 765/2004 (2.ª série), de 13 de Julho,
"5.2.1 - As turmas do 1.º ciclo do ensino básico, nas escolas de lugar único que incluam alunos de mais de dois anos de escolaridade, são constituídas por 18 alunos. "

"5.4 - As turmas com alunos com necessidades educativas especiais de carácter prolongado de qualquer nível de ensino, são constituídas por 20 alunos, não podendo incluir mais de 2 alunos nestas condições."

"5.11 - A constituição, a título excepcional, de turmas com número inferior ou superior ao estabelecido nos números anteriores carece de autorização da respectiva direcção regional de educação, mediante análise de proposta fundamentada do órgão de direcção executiva do estabelecimento de ensino, ouvido o conselho pedagógico."

Sou professora de QA nesta escola, pelo segundo ano consecutivo, e após fundamentação à Direcção Regional de Educação do Alentejo, continuo a solicitar que seja tomada em atenção a especificidade deste grupo, não só pelo número de efectivos que a turma comporta como também os casos complexos e delicados das crianças com Necessidades Educativas Especiais de Carácter Permanente. A turma abrange a frequência de 4 anos de escolaridade, constituída por 17 alunos, com idades compreendidas entre os 6 e os 10 anos e engloba 3 crianças de Necessidades Especiais de Carácter Permanente. Assim, continuo a propor, o desdobramento da turma, professor de apoio, professor de Ensino Especial a tempo inteiro para que seja possível o acompanhamento indispensável ao bom funcionamento do grupo bem como ao sucesso educativo desejado, que até à data nos tem sido negado.

Sou professora há 14 anos por gosto, foi a profissão que escolhi e que me orgulho de ter e que tenho desenvolvido com responsabilidade e profissionalismo, apesar de nos dias de hoje ser uma classe desvalorizada e maltratada.
Vai sendo cada vez mais difícil encontrar motivos para avançar, mesmo para quem gosta muito da profissão, como é o meu caso. Todos os dias ensinando mas também aprendendo muito…
Com estas condições de trabalho que me deparo, muitas vezes esqueço-me um pouco de mim, dos meus, numa entrega total aos meus alunos, aos casos complexos e delicados das crianças com Necessidades Educativas Especiais de Carácter Permanente na minha turma, as muitas reuniões, a burocracia… Os 130 Km diários que realizo, para poder estar com a minha família e tentar dar-lhe a atenção que merecem… por vezes não tenho forças para estar à altura de desenvolver o meu trabalho e merecer o respeito e consideração da sociedade.

O nosso ensino deve ser encarado com mais respeito porque os nossos filhos merecem ter um futuro afortunado. Haver uma melhor educação, uma maior integração nesta sociedade e uma inclusão correcta onde ainda não existe…

Liliana Estêvão Godinho